Pesquisar neste blogue

sábado, 1 de outubro de 2016

Rosto a aguarela que me diz muito...

Resolvi pintar o rosto do meu marido...



Rosto a aguarela


Amo pintar rostos a aguarela!
Tenho dias que sinto uma imensa necessidade de pintar, para mim serve de terapia, pois sou uma pessoa que nunca para...
Fui à procura de rostos na net e, encontrei este que adorei...


sábado, 17 de setembro de 2016

quarta-feira, 10 de agosto de 2016

Que em cada cinza nasça uma flor...

Em homenagem a todos os bombeiros que dão as suas vidas por nós e pelos nossos bens...

UM BEM HAJAM!


(Pintura a aguarela)

segunda-feira, 11 de julho de 2016

quinta-feira, 23 de junho de 2016

AÇUCENA

"No mesmo instante em que recebemos pedras em nosso caminho, flores estão sendo plantadas mais longe. Quem desiste não as vê."
William Shakespeare


(Pintura a aguarela)


quarta-feira, 1 de junho de 2016

Rosto de criança..


(pintura a aguarela e caneta)

"No amor de uma criança tem tanta canção pra nascer, carinho e confiança, vontade e razão de viver."
Cláudio Nucci

"Quando vejo uma criança, ela inspira-me dois sentimentos: ternura, pelo que é, e respeito pelo que pode vir a ser."
Louis Pasteur

domingo, 15 de maio de 2016

"Nossa Senhora de Fátima"

Pintura a aguarela e lápis ...

(Esta tela foi morar para a (igreja da Nossa Senhora da Atalaia)

De Roberto Carlos
"Nossa Senhora me de a mão
Cuida do meu coração
Da minha vida do meu destino
Nossa Senhora me dê a mão
Cuida do meu coração
Da minha vida do meu destino
Do meu caminho
Cuida de mim"...

quinta-feira, 12 de maio de 2016

"Pássaro Azul"


A acompanhar a minha pintura
um poema que gosto muito, de Fernando Pessoa.
Antes o Voo da Ave
Antes o voo da ave, que passa e não deixa rasto,
Que a passagem do animal, que fica lembrada no chão.
A ave passa e esquece, e assim deve ser.
O animal, onde já não está e por isso de nada serve,
Mostra que já esteve, o que não serve para nada.
A recordação é uma traição à Natureza,
Porque a Natureza de ontem não é Natureza.
O que foi não é nada, e lembrar é não ver.
Passa, ave, passa, e ensina-me a passar!
Alberto Caeiro, in "O Guardador de Rebanhos - Poema XLIII"
Heterónimo de Fernando Pessoa

segunda-feira, 9 de maio de 2016

sexta-feira, 22 de abril de 2016

A MENINA

A internet tem-me aberto as portas na aprendizagem de novas técnicas de pintura... hoje, aprendi a fazer esta simpática boneca .
"A pintura é poesia sem palavras."
Voltaite



A ARARA AZUL

"A arara azul"
Pintura a aguarela, lápis de cor e marcadores
A cor azul significa tranquilidade, serenidade e harmonia, mas também está associada à frieza, monotonia e depressão. Simboliza a água, o céu e o infinito.
Azul é a cor da realeza (sangue azul) e da aristocracia. É uma cor fria, considerada a mais fria entre os tons frios de azul, verde e violeta.
Dentre os diferentes efeitos na saúde destaca-se a diminuição da circulação sanguínea, a redução da temperatura corporal e a baixa da pressão arterial.
A cor azul é utilizada na decoração dos mais variados espaços. Um ambiente azul favorece o exercício intelectual e tranquiliza. É a cor ideal para ambientes formais, escritórios ou mesmo para o quarto de crianças ou adolescentes agitados, devido ao seu efeito calmante.
O uso da cor azul em excesso pode trazer sonolência. Por isso, é aconselhável que seja combinada com outras cores para evitar a monotonia.
A cor azul estimula a criatividade. É a cor preferida de grande parte do povo ocidental.
Os signos do Zodíaco associados à cor azul são Aquário, Libra, Sagitário e Peixes.
(testo retirado da internet)

quinta-feira, 7 de abril de 2016

quarta-feira, 6 de abril de 2016

"A menina que amava o mar"


Recordações...
Ainda me lembro como se fosse ontem... bem perto da minha casa, havia uma praia fluvial e nos dias longos de Verão eu, os meus manos e os meus pais, íamos para lá...
"De todos os cantos do mundo
Amo com um amor mais forte e mais profundo
Aquela praia extasiada e nua,
Onde me uni ao mar, ao vento e à lua."
ANDRESEN, Sophia de Mello Breyner
MAR, poesia

quinta-feira, 31 de março de 2016

"A casa da aldeia"

Pintura a óleo


" A casa na aldeia" 2016 óleo s/ tela (30x40 ) , paisagem alentejana.
 Gosto de pintar nos dias de inspiração, conheço muito bem o Alentejo e, por me identificar com toda aquela simplicidade, resolvi fazer este  trabalho,  sem qualquer preocupação artística. Depois de procurar várias fotos, encontrei uma que me serviu de inspiração. Apaixonei-me pela paisagem e principalmente pela cor, sim a cor, porque os meus quadros têm sempre que ter muita cor.  Na " A casa da aldeia" tento mostrar toda a beleza e calma do Alentejo, uma casa simples e que nos leva a pensar, o que se passa para lá daquele portão de ferro... 

Se conseguirem pensar como eu, então sinto-me realizada, porque consegui transmitir o meu pensamento.
___________________________________________

Escolhi, o meu escritor preferido (Fernando Pessoa), para completar o meu trabalho.
"Da minha aldeia vejo quanto da terra se pode ver do Universo...
Por isso a minha aldeia é tão grande como outra terra qualquer,
Porque eu sou do tamanho do que vejo
E não do tamanho da minha altura...
Nas cidades a vida é mais pequena
Que aqui na minha casa no cimo deste outeiro.
Na cidade as grandes casas fecham a vista à chave,
Escondem o horizonte, empurram o nosso olhar para longe de todo o céu,
Tornam-nos pequenos porque nos tiram o que os nossos olhos nos podem dar,
E tornam-nos pobres porque a nossa única riqueza é ver."
“O Guardador de Rebanhos”. In Poemas de Alberto Caeiro. Fernando Pessoa.

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016

Parabéns à minha filhota Cris...

Hoje, mais um aniversário... Parabéns filha, que este dia se prolongue por muitos anos... que todos os teus desejos se tornem em realidade e continua como és ... uma força da natureza.... mil beijinhos da mãe que te adora ...








" FRIDA " à minha maneira

"Frida a mãe natureza"


(pintura a aguarela, lápis de cor e marcadores)