Pesquisar neste blogue

sexta-feira, 9 de janeiro de 2009

Bom fim de semana, com muito frio mas com um lindo poema de Alberto Caeiro...



Quando Está Frio no Tempo do Frio

Quando está frio no tempo do frio, para mim é como se estivesse agradável,
Porque para o meu ser adequado à existência das cousas
O natural é o agradável só por ser natural.

Aceito as dificuldades da vida porque são o destino,
Como aceito o frio excessivo no alto do inverno -
Calmamente, sem me queixar, como quem meramente aceita,
E encontra uma alegria no facto de aceitar -
No facto sublimemente científico e difícil de aceitar o natural inevitável.
Que são para mim as doenças que tenho e o mal que me acontece
Senão o inverno da minha pessoa e da minha vida?
O inverno irregular, cujas leis de aparecimento desconheço,
Mas que existe para mim em virtude da mesma fatalidade sublime,
Da mesma inevitável exterioridade a mim,
Que o calor da terra no alto do verão
E o frio da terra no cimo do inverno.
Aceito por personalidade.
Nasci sujeito como os outros a erros e a defeitos,
Mas nunca ao erro de querer compreender demais,
Nunca ao erro de querer compreender só com a inteligência,
Nunca ao defeito de exigir do mundo
Que fosse qualquer cousa que não fosse o mundo.

Alberto Caeiro, in "Poemas Inconjuntos"

Heterónimo de Fernando Pessoa

7 comentários:

Cor de Mel disse...

Olá Isabel,
Alberto Caeiro é o meu heterónimo de Fernando Pessoa favorito e este poema e um encanto. Já sentia falta destes pequenos momentos de cultura...
Beijinhos para si e bom fim de semana,
Lia.

Tintas linhas e manias disse...

Beijinhos Lia e um bom fim de semana para ti também.
Isabel Alves

VerdeBlue disse...

Olá!
Que bem me souber este bocadinho a ler A. Caeiro...
Espero que este novo ano seja um ano muito feliz e que concretizes todos os teus desejos***jokas*****
cat

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Gosto muito desse poema, do Caeiro, o heterônimo "racional" do Pessoa.
Bel, antes que saia de fim de semana:
Fiz um post digno do Galeria. Você pode ir aos outros Blogs depois, mas primeiro vá ao Galeria. Não vai arrepender-se.
Um beijo,
Renata
Posso "roubar" o seu anjo?

Tintas linhas e manias disse...

Obrigada VerdeBlue pelas tuas palavrinhas.
Jocas
Isabel Alves

Tintas linhas e manias disse...

Renatita,claro que podes levar o anjo, eu ofereço-te.
Jocas
Isabel Alves

VerdeBlue disse...

Reli e pronto, para Fernando Pessoa há sempre um bocadinho, não é? ;)
Jokas***